quarta-feira, 10 de abril de 2013

Louça de Coimbra



Fonte da imagem aqui

A bela cidade de Coimbra e o seu concelho na região centro de Portugal, são responsáveis por uma das maiores produções de cerâmica do pais há vários séculos, são detentores do mais antigo documento escrito referente à cerâmica nacional, datado de 1145. Existindo também na cidade de Coimbra provas documentais que remontam ao século XVI, que aprovam e regulam os intitulados “malagueiros”, nome atribuído aos artífices que coziam as peças por duas vezes.
Uma das mais bonitas e mais procuradas louças portuguesas é sem dúvida a de Coimbra. Esta louça é produzida em Coimbra, Conímbriga e Condeixa-a-Nova. Apresentando vários tipos de fiança que vão desde o séc. XV, de tendência islâmica à fiança do séc. XVII, apresentando cenas de caça e pesca a cores suaves, passando pelo séc. XVIII, com motivos de pássaros amarelos, escamas e Delft.
Contudo só no séc. XX é que se começaram a fazer reproduções com alguma qualidade da nossa faiança do séc. XVII, que replicavam as faianças Ming.
Atualmente a decoração deste tipo de louça continua a ser feito de forma manual, e os motivos são penas, penachos de aves raras, caudas de pavão, flores, figuras humanas, etc.
Esta fiança é única em Portugal e é representativa da tradição oriental e das influências de estilo árabe, com inspiração nas tão importantes ruínas romanas que existem nessa região.
As decorações são diferenciadas pelas seguintes denominações:
desenho miúdo azul”,
desenho miúdo a cor”,
século XV de tendência islâmica”,
século XVII, etc.

O traçado é feito sob fundos de influência árabe, que produz um efeito tão particular e único, que torna esta expressão artística, um aspeto inconfundível.
A decoração das peças é executada de forma manual, sendo a mesma assinada e documentada pela mão do artista, desta forma cada trabalho ganha uma dimensão exclusiva e única. Em informação adicional é de salientar que todas as peças são decoradas com tintas sem chumbo ou outros químicos prejudicais à saúde.

Fonte: http://www.loucadecoimbra.com

Sem comentários:

Enviar um comentário