sexta-feira, 29 de junho de 2012

Elevador de Santa Justa

Fonte: http://www.cm-lisboa.pt

Um dos ponto mais altos da cidade é acessível graças ao Elevador vertical que foi construído nos inícios do século XX, pelo Engenheiro Raul Mesnier du Ponsard, é um excelente exemplo da arquitetura do ferro. A funcionar desde 1902 primeiramente tinha como função fazer a ligação entre a Baixa Pombalina e o Largo do Carmo. Considerada uma obra arrojada para a época. No topo deste Elevador podemos aceder a uma das esplanadas mais altas de Lisboa e aproveitar um fim de tarde romântico com a luz e a vista da cidade como cenário. 

Mas até à sua inauguração muitas lutas foram travadas e Mosnier teve de vencer diversas resistências: da câmara, dos moradores, as lutas de interesses concorrentes, a questão financeira, uma vez que foi o engenheiro que teve de desenvolver a formação da empresa construtora. 
As resistências só duraram até se provar a sua utilidade e esta obra que custou na época 45 contos, segundo noticiava a imprensa da época, foi inaugurada com pompa e circunstância. Nem a terrível trovoada no dia da inauguração fez dispersar os curiosos.
Actualmente transporta cerca de 1 milhão e 200 mil passageiros e é um dos pontos altos da cidade.  Não pode perder uma viagem neste elevador do Carmo mas que o povo apelidou de Santa Justa. Faz parte de Lisboa, da memória colectiva e é património inalienável da cidade.


Elevador de Santa Justa, Colecção Lisboa porta a porta, Ed. CML, 2001
Rua de Santa Justa
Lisboa
1100-483 LISBOA
www.carris.pt/ 

Sem comentários:

Enviar um comentário