terça-feira, 22 de maio de 2012

Lisboa e os seus Azulejos

Foto: M&S 

Lisboa é uma cidade que em cada dia que passa me deixa mais apaixonada. A história que nos assalta quando a percorremos e a simplicidade das ruas e das pessoas que vamos encontrando torna um dia normal numa experiência genuína. As minhas primeiras semanas ainda me parecem um sonho, gosto de passear pelas ruas e perder o olhar em pormenores em coisas de nada que se transformam em muito.
No passado dia 15 de Maio deixei-me levar pelas palavras e pelo percurso de António Miranda e saímos do ponto de encontro “Café a Brasileira” em direção as ruas misteriosas do Bairro Alto. O programa de investigação e salvaguarda do azulejo de Lisboa (PISAL) foi criado recentemente e tem como objetivo salvaguardar e defender o importantíssimo e único património azulejar lisboeta que se encontra permanentemente em risco devido à falta de sensibilidade de uns, ignorância de outros, arrogância monetária de alguns , interesses económicos de algumas mentes mais corroídas e ofuscadas de algumas criaturas que afim dos seus próprios benefícios económicos são capazes de demolir, reconstruir e apagar marcas e marcos históricos de uma cidade de um povo.
São iniciativas como esta da Câmara Municipal de Lisboa que me fazem sorrir e acreditar que tudo pode mudar e incentivar anónimos numa luta que deve ser de todos, defender um legado para as gerações futuras.
A cidade absorve as vivências e esconde recantos que se transformam e se recriam. No percurso: azulejos na fachadas, prostituição nas ruas, redescobri um bairro diferente. O percurso pela transformação que o bairro sofreu após o terramoto de 1755 e após 1850 quando os edifícios se começaram a ornamentar com fachadas de azulejos.
Foi um passeio que me fez recuar no tempo, perceber algumas técnicas, diferenciar algumas fabricas e sem dúvida despertar ainda mais a minha sensibilidade para esta arte tão nossa.
Obrigada António pela sua partilha e visita.
Parabéns CML pela iniciativa.

Departamento de Património Cultural
PISAL: Rota do Azulejo na Cidade
Info: 218170900
Grátis 
Agenda Cultural Lisboa

Sem comentários:

Enviar um comentário