quarta-feira, 28 de março de 2012

Delta cafés


Todos nós temos pessoas que nos inspiram, que nos fazem pensar e que são uns visionários empreendedores. Para mim Manuel Rui Azinhais Nabeiro é uma referência do meu Alentejo profundo para o mundo. 
Em 1961 este senhor decidi criar a sua marca de cafés na bonita vila alentejana de Campo Maior, o espaço inicial era reduzido, os recursos também mas a força e a coragem foram o motor de arranque. 
O lema comercial da marca é "Um cliente um Amigo", baseado na filosofia da confiança dos clientes e na personalização da relação marca vs cliente.
Desde sempre a principal aposta é a inovação e a qualidade. Na segunda metade dos anos 70 a estrutura comercial consolidou-se e foi o ponto de partida para encarar o mercado de forma decisiva. No ano de 1984 dá-se a separação da actividade comercial assegurada pela empresa Manuel Rui Azinhais Nabeiro Lda, da actividade industrial, desenvolvida pela Novadelta S.A., tornando-se em 1994 a primeira empresa certificada no sector dos cafés em Portugal, pelo sistema de norma NP 29002.
Seguiu uma estratégia de "mono marca", criando diferentes tipos de serviços. Em 1998 uma nova reorganização do grupo dá origem a 22 empresas organizadas por áreas estratégicas com vista ao reforço da actividade principal do grupo.
Em 2002 nova certificação com o produto Delta Diamante, Platina e Ouro. Em 2007 nova criação e apresentação do conceito exclusivo Delta Q e de referir ainda o projecto Delta Tejo que é o único festival de música no coração de Lisboa, com artistas oriundos de países produtores de café, salvaguardando valores como a inclusão, o respeito pelo ambiente num espírito de partilha.
50 anos a despertar Portugal e a verdade de ser o melhor café português. 

O que me apetecia agora 

As origens


Informação e imagens 
http://www.delta-cafes.pt/



Sem comentários:

Enviar um comentário