sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Confiança - Saboaria e Perfumaria desde 1894

Cheiros de Portugal e de Confiança
Sabonetes Confiança

A Saboaria e Perfumaria Confiança teve início no norte de Portugal, mais propriamente em Braga, no dia 12 de Outubro de 1894, sob a orientação da dupla Silva Almeida e Santos Pereira.
Começou por ser especializada no fabrico de sabão offenbach, posteriormente criou-se uma associação quase imediata à qualidade aos produtos da Confiança. A empresa vendia e apostava essencialmente em Portugal e nas colónias Portugueses da altura.

A reputação alcançada no sabão, deu abertura de mercado à Confiança para se emancipar comercializar produtos de beleza sendo um mercado por explorar na altura em Portugal. A empresa surpreende o mercado com produtos de cosmética de elevada qualidade e fabricados em Portugal. 1910 foi o ano que ficou marcada o pelo lançamento das primeiras marcas próprias, apresentando designes e fórmulas originais adaptadas. Com o fim da 1ª Grande Guerra e com as provas de sucesso um novo período de forte expansão na Confiança se seguiu, e que se refletiu no desenvolvimento da empresa e no aperfeiçoamento técnico dos aspetos produtivos assim como na conquista de novos mercados. A ampliação das instalações fabris era uma necessidade que se concretizou e na qual se incluem uma tipografia e uma cartonagem, onde se produziam as embalagens.




Em 1919 foi outro ano importante pois a gama de produtos produzidos e comercializados pela Confiança alargava-se a sabonetes perfumados, finos, transparentes, pó de arroz, águas de colónia, sabonetes medicinais, extratos extrafinos e óleos provenientes das então colónias Portuguesas.
Depois de 1920 a presença dos produtos Confiança emergia já em todo o território nacional incluindo as ilhas dos Açores e da Madeira. São levados a cabo esforços de investigação e desenvolvimento dentro da Confiança que culmina com o registo de várias patentes referentes aos processos de fabrico e formulações químicas.
É impressionante saber que em 1928 fabricavam-se cerca de 150 marcas diferentes de sabonetes, pó de arroz, cremes, pastas dentífricas, stiques de barbear, águas de colónia, loções e essências.
Espuma de Barbear

Os ingredientes usados são de origem natural vegetal e não são testados em animais, segundo informação recolhida. Os sabonetes são manipulados obedecendo às melhores práticas de fabrico na indústria cosmética.
Na década 80 a Confiança começa a desenvolver novos cosméticos, adaptando e oferecendo outras fórmulas novas, de forma a responder ao pedido incessante de novos produtos satisfazendo assim os seus clientes.

Sabonetes Confiança

Quem diria que depois deste percurso fabuloso a empresa em finais de 2005, iria encontrar-se em situação financeira debilitada, acabando a empresa por ser adquirida por uma capital de risco portuguesa. Com os esforços de ré-organização e investimento como ações prioritárias, foi já possível concretizar a certificação pela ISO 9001:2000, tornando-se assim de forma louvável na única empresa do sector que vê reconhecidos os seus métodos de produção e produtos.
Novos Produtos 

São uma prioridade na Confiança a aposta na melhoria dos produtos existentes, das embalagem, da oferta e o desenvolvimento de novos produtos, tendo em conta as origens e os métodos tradicionais, transmitidos de geração em gerações. Estão presentes influências artísticas da Art Nouveau e da Art Déco dos loucos anos 20, continuam ainda bem patentes nos produtos clássicos da Confiança. A harmonia da forma, às características do sabonete e à embalagem, é uma arte e característica diferenciadora na Confiança que se perpetua ao longo gerações. Toda essa essência da Confiança, produtos que ganharam a nossa confiança de forma genuína.
Novidades da Marca



Contactos:
Saboaria e Perfumaria Confiança, S.A.
Lugar do Vontigo Lote 1-1A - Zona Industrial Sobreposta
Apartado 1085 - Este S. Mamede
4715-515 Braga

Telf:+351 229 289 821/2
Fax: +351 229 260 331

Website:
http://www.confiancasoaps.com/

E-mail:
mail@confiancasoaps.com



Sem comentários:

Enviar um comentário